O teu amor é maior que o deles

O teu amor é maior que o deles

Neste mundo aqueles que me amam

tentam por todos os meios

segurar-me agarrado a eles.

 

O teu amor é maior que o deles

contudo deixas-me livre.

 

Por temor que eu os esqueça

não ousam deixar-me sozinho.

 

Mas os dias passam,

uns atrás dos outros

e tu nunca te mostras.

 

Não te chamo nas minhas orações

não te tenho no meu coração

e mesmo assim o teu amor por mim

ainda espera o meu amor.

 

(Rabindranath Tagore)

 

Que vertigem imaginar um amor capaz de deixar livre, sem segurar e sem agarrar.

Um amor capaz de dar a vida pelos filhos, pelos alunos, pelos amigos.

Sobre esta liberdade de quem tem o coração preso por ter sido amado primeiro, por ser amado infinitamente, tão infinitamente que se torna cada vez mais livre, vale a pena ir ao Meeting Lisboa já este fim-de-semana, 7 e 8 de abril, na Tenda do CCB.

O programa é muito variado e está cheio de maravilhas. Assinalamos duas:

  • “Ser livre é ter o coração preso”, sábado, dia 7, às 17h, um encontro com o Padre Mauro Giuseppe Lepori (Abade Geral da Ordem Cisterciense).
  • “Só educa quem vive”, domingo, dia 8, às 12h, um diálogo sobre educação com Catarina Almeida (Directora Geral da FMU) e Carlos Fiolhais (Físico e Professor Universitário), moderado pela jornalista Raquel Abecasis.