Para que a Primavera chegue

Para que a Primavera chegue

Then the Spring came, and all over the country there were little blossoms and little birds. Only in the garden of the Selfish Giant it was still winter. The birds did not care to sing in it as there were no children, and the trees forgot to blossom. Once a beautiful flower put its head out from the grass, but when it saw the notice-board it was so sorry for the children that it slipped back into the ground again, and went off to sleep. 

The Selfish Giant, Oscar Wilde

Sabem a história de um jardim magnífico onde as crianças brincavam? Onde a relva era macia e verde, as flores eram lindas como estrelas e os doze pessegueiros floresciam em tons de cor-de-rosa e pérola na Primavera?

Esse jardim pertencia a um Gigante Egoísta que, ao regressar de uma longa viagem, encontra as crianças a brincar no seu jardim, enfurece-se e proíbe que lá entrem!

Sabem o que aconteceu depois? Por todo o lado chegou a Primavera mas no jardim do Gigante continuava Inverno. 

Ao preparar esta maravilhosa história para trabalhar com as crianças durante a Quaresma, comecei a reparar que a vida é uma espécie de jardim magnífico onde os pessegueiros florescem. Esse maravilhoso jardim pertence a um Gigante que, às vezes, afugenta até as pequenas flores que erguem a cabeça acima da relva e se somem na terra quando vêem o Inverno.

O Gigante não consente que entrem no seu jardim porque só ele se pode divertir nesse lugar. Realmente, para que as crianças possam brincar e, com elas, os pássaros venham cantar, o Gigante terá que sacrificar um bocadinho do seu jardim. Como será isso possível, com um Gigante tão egoísta? 

One morning the Giant was lying awake in bed when he heard some lovely music. It sounded so sweet to his ears that he thought it must be the King’s musicians passing by.

Quando o Gigante ouve a música tão bonita, que se parece tanto com os músicos do Rei, a única atitude razoável é ir ver. Ir ver melhor coisas que acontecem e mexem com o coração, vencendo o seu egoísmo. “I believe the Spring has come at last,” said the Giant; and he jumped out of bed and looked out.

O Gigante salta da cama e vai olhar para o jardim. Este momento é fundamental para o que vai acontecer a seguir. Depois disto, ele vai reconhecer a Beleza que entrou no jardim, vai rever a sua vida e o seu egoísmo, vai mudar. Mas é este primeiro reconhecimento da música mais bela que reacende a esperança da Primavera, é que o faz levantar da cama. Que o faz decidir ir ver e começar um caminho.

Boa Quaresma a todos!