Apostar no coração, por Catarina Almeida e Letizia Ortisi

Nem sim nem não, por Catarina Almeida
13/04/2021
Levantar o olhar, por Catarina Almeida
18/05/2021
Ver tudo

Apostar no coração, por Catarina Almeida e Letizia Ortisi

– Eu sei… e por isso é que voltei. Vi que tens um bom coração e vim ter contigo para ser a tua mãe.

– Oh que bom!

– Vais sempre obedecer-me e amanhã começas a escola!

O Pinóquio perdeu logo um pouco de alegria…

A Fada recomeça a sua missão: educar o Pinóquio, ou seja, ajudar aquele “bom coração” a descobrir todo o seu horizonte, todo o seu desejo, toda a sua natureza.

O primeiro gesto educativo é amar sem pretensões e, logo de seguida, a Fada esclarece o caminho que vão traçar. Mas será que ela é assim tão ingénua? Será que ela acha que o Pinóquio vai sempre obedecer-lhe e cumprir as suas tarefas sem hesitações nem tropeços? Não parece. Então por que razão continua a indicar-lhe o caminho, a estrada para crescer? Vamos ver o que acontece a seguir.

– Vou estudar, vou trabalhar, vou fazer tudo o que me disser, porque estou farto da vida de boneco… quero ser um menino de verdade. Prometes que será assim? 

Tal como acontece sempre que está na presença da Fada, o Pinóquio revela a sua natureza mais profunda: às vezes, diz as mentiras que fazem crescer o nariz e que são sempre perdoadas; desta vez é algo ainda maior. Depois da notícia de que iria ter uma mãe, a sua vida de boneco já não chega, quer ser mais, quer ser filho verdadeiramente, filho em carne e osso! 

E com grande simplicidade, como fazem as crianças, pede uma confirmação à mãe: prometes que o que estou a desejar no meu coração pode acontecer? E a Fada promete! Que alegria, então é verdade, pode acontecer! E o boneco pode empenhar todas as suas energias no caminho que a mãe lhe indicou: ir à escola, estudar a sério, tudo para alcançar o seu maior desejo. 

Será isto suficiente para se tornar um menino de verdade? Provavelmente não… Mas, mais à frente, numa altura decisiva para a vida ou a morte do Pinóquio, esta promessa, este desejo tão firmemente confirmado, virá a ser precioso! 

Então talvez a boa Fada não tenha sido demasiado ingénua ao apostar no coração bom do Pinóquio; a Fada decidiu deixar uma semente que sempre estará lá a picar o seu coração e que irá florescer na altura certa.

Catarina Almeida e Letizia Ortisi