Numerosos estudos defendem a necessidade de promover o jogo, a brincadeira livre e a experiência motora, essenciais para a aquisição de competências sociais e relacionais e para a melhoria dos processos de aprendizagem.

Este projecto surgiu para promover a psicomotricidade em instituições que actuem junto de populações carenciadas, com o objectivo de potenciar o desenvolvimento de competências na infância com vista a um percurso escolar mais sólido.

O trabalho psicomotor favorece a descoberta exterior e interior da pessoa e das suas potencialidades, possibilidades e limites e permite uma adaptação contínua do pensamento à acção e da acção ao pensamento.

O Centro [Mais] oferece dois tipos de intervenção: por um lado, actua com sessões de psicomotricidade em grupo (intervenção preventiva) e, por outro, oferece acompanhamento individual a crianças com dificuldades desenvolvimentais e de aprendizagem (intervenção terapêutica).